Vantagens e desvantagens do bebê dormir com os pais

Vantagens e desvantagens do bebê dormir com os pais

Esse é um assunto que vem dividindo opiniões de pais, pediatras, psicólogos e especialistas no sono infantil. Afinal, o bebê deve dormir junto com os pais ou é melhor que o faça no próprio quarto, dentro do berço?

Alguns profissionais defendem o uso da cama compartilhada.

Já a Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta sobre o alto risco e índice da Síndrome da Morte Súbita (SMSI ou SIDS, em inglês) em bebês que dividem a cama com os pais. Um estudo, divulgado pelo British Medical Journal, mostra que o risco fatal em bebês é cinco vezes maior para filhos que dividem o espaço com os pais. Com tantos julgamentos tão distintos fica mais difícil decidir o que realmente é o mais acertado e seguro fazer e o que é mais benéfico tanto para os filhos, quanto para os pais.

Para ajudar nessa decisão, segue algumas vantagens e desvantagens da cama compartilhada:

Vantagens do bebê dormir com os pais

Uma das vantagens sugeridas por algumas mães em compartilhar a cama com o bebê é a facilidade na hora de amamentar ou dar a mamadeira, o que costuma ser desgastante e cansativo para a mãe e, em muitos casos, também para o pai, que precisa se levantar várias vezes durante a noite para isso.

Outro ponto, é a agilidade em atender as necessidades do bebê, monitorando de perto caso ele vomite, tussa, chore, tenha problemas respiratórios…

Especialistas apontam, que em uma sociedade em que ambos os pais trabalham, o co-sleeping é bastante recomendado para reforçar os laços entre pais e filhos já que seria o único momento que estariam juntos.

 

Cuidados para a cama compartilhada

Se ter a cama compartilhada parece ser vantajoso, também requer alguns cuidados para evitar problemas e reduzir o risco da SMSI.

– O bebê deve ser colocado para dormir de barriga para cima. A posição recomendada por médicos como a melhor;

– O colchão deve ser firme e plano;

– Cuidado com travesseiros, objetos soltos e vãos na cama;

– Animais domésticos não podem compartilhar ou frequentar a cama;

– Não deixe o bebê sozinho na cama;

– Não use cobertores e edredons;

– Cuidado com o excesso de roupas. Como os pais já transmitem calor para o bebê, colocar roupas demais pode provocar aumento de temperatura, o que também aumenta a probabilidade de morte súbita;

– Não use pijamas com cordões ou joias;

– Se um dos pais tiver cabelos compridos, é recomendado prende-los para evitar que caiam no rosto do bebê;

– Não fume, não beba e não tome remédios para dormir com seu bebê, caso escolha essa forma;

– Não é recomendado que outras crianças durmam junto;

– Pais obesos são desaconselhados por especialistas de dormirem junto.

 

Desvantagens do bebê dormir com os pais

A primeira desvantagem é o risco de um dos pais, durante o sono, se virar e deitar em cima do bebê, causando o sufocamento.

Conforme o bebê cresce, ele começa a se mexer mais quando dorme, o que pode resultar em chutes, socos e cabeçadas nos pais durante a noite, atrapalhando o sono ainda mais do que se ele estivesse dormindo no próprio berço.

O bebê pode cair da cama se não houver uma atenção redobrada. Os pais vão precisar ficar em alerta constante, preocupados com essa possibilidade, prejudicando o sono também.

O casal perde a privacidade e a liberdade de escolher o horário que irá dormir, já que é preciso que estejam presentes para o bebê dormir bem. Não é só pela intimidade, é por não poder decidir se em determinada noite preferem assistir um filme até mais tarde, por exemplo, pelo fato de o bebê não conseguir dormir sem que eles estejam por perto.

O bebê fica condicionado a só dormir se um ou ambos os pais estiverem presentes. Bebês podem aprender a dormir sozinhos, porém precisam ser orietados e vai funcionar muito melhor, se fizerem isso no próprio berço.

 

 

Bebês podem aprender a dormir sozinhos

Os bebês que demoram para dormir e acordam durante a noite, agem assim, porque não sabem como fazer. Assim como os ensinamos a fazer a pega correta da amamentação e a se alimentar de forma saudável, também devemos ensina-los com todo amor e carinho onde devem dormir e como dormir.

E o bebê que dormem bem e a noite toda, fica bem descansado e assim acorda feliz, esperto e calmo. A quantidade de sono adequada vai interferir no aprendizado e até na interação social do seu bebê.

 

Aprenda como ensinar o seu bebê a dormir

Já que bebês não vêm com manual de instruções, às vezes é preciso contar com a ajuda de quem estudou a fundo, atendeu milhares de mães e viveu na prática, como mãe, a fazer seus bebês dormirem bem e a noite toda.

Entre no site bebedorminhoco e conheça mais sobre o curso on-line de sono que já ajudou mais de 5 mil mães, além de famosos como as atrizes Juliana Didone e Karina Bacchi a terem noites de sono tranquilas.

 

Share

Karla Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *