Como fazer o bebê dormir no colo?

Como fazer o bebê dormir no colo?

Ver o seu bebê dormindo tranquilo, aconchegado no seu colo depois de um longo dia é até reconfortante. Para o bebê a sensação é melhor, estar protegido, aquecido e abrigado nos braços, de preferência ouvindo o coração da mãe, é muito bom e ele nunca vai querer sair de lá.

Comumente, essa é a única forma que muitas mães conseguem fazer seus bebês dormirem, isto é, ninando no colo, depois do banho e da mamada ou mamadeira da noite. Há situações em que a mamãe consegue colocar o bebê no berço e ele continua dormindo. Em outras, parece que espinhos surgem no colchão e o bebê acorda assustado ou chorando e lá vai a mãe niná-lo novamente.

Fazer o bebê dormir no seu colo, ou do pai, ou até mesmo da avó, traz muitos benefícios ao bebê, que sente o amor, o contato, o carinho, o afeto transmitido à ele durante essa ação. Dar colo ao seu bebê realmente faz bem à ele de muitas formas, emocional, cognitiva, social, e pode sim, ser dado liberalmente.

A dúvida é até que ponto, e até que peso e idade, você vai conseguir ficar ninando o seu bebê no colo na hora de dormir e quanto você precisa aguardar para que ele esteja dormindo o suficiente para não acordar ao ser colocado no berço ou depois de um tempo, para você poder fazer outras coisas.

Quando fazer o bebê dormir no colo pode ser ruim

Claro que não é errado o bebê dormir no seu colo e depois ser colocado no berço. O problema é quando isso se torna um hábito e o bebê precisa de assistência muitas vezes durante à noite para voltar a dormir.

Isso acontece, porque como o bebê se acostumou no quentinho do útero, passar para um espaço maior e um pouco frio como o berço é um grande desafio. Além disso, imagine você cair no sono em um lugar e, no meio da noite, acordar em outro, estranho. Como o bebê usa o choro para se expressar e se sente mais seguro no colo, uma coisa leva à outra.

Outra desvantagem, é que você leva um bom tempo para fazê-lo dormir, para ter que recomeçar o processo, resultando em levantar várias vezes madrugada a dentro e a quebra da sequência do sono, importante tanto para você, quanto para o bebê. A equação é sempre a mesma: noites mal dormidas igual a bebê irritado e pais indispostos para as tarefas diárias.

Ao mesmo tempo, o bebê desenvolve uma certa dependência do colo e não aprende como voltar a dormir sozinho, o que pode atrapalhar no desenvolvimento, em como ajustar o ciclo circadiano, regulando o sono.

 

Como o colo se encaixa na rotina do sono

Mas não veja o colo como um vilão da rotina do sono. Ele pode, e deve, ser incluído entre os recursos utilizados durante a criação de uma rotina do sono e, em determinadas circunstâncias, será essencial para o bebê.

Uma sugestão para que o colo faça parte do ritual de sono do seu bebê é deixar que ele fique nos seus braços até que você perceba que ele está mais sonolento. Com ele assim, delicadamente o deite no berço e fique do lado, até que ele durma mais profundamente.

A sequência da rotina pode, por exemplo, ser essa:

– banho relaxante

– massagem

– roupa confortável

– amamentar ou dar uma mamadeira, isso varia para cada bebê. Não esqueça de colocar o seu bebê para arrotar depois.

Nessa hora, se ele já tiver dormido, deite-o no berço e observe. Se ainda estiver acordado, você pode deixar que ele fique um pouco mais no seu colo enquanto você o acalma, contando uma história ou cantando. Seu bebê vai dormir muito mais tranquilo.

 

Posso dar colo se o bebê acordar de madrugada

É tentador pegar o bebê no colo ao vê-lo chorar no meio da madrugada. São dois os principais motivos para isso acontecer. O primeiro, é claro, você não gosta de ver seu bebê chorando. Depois, você está cansada e com sono e quer resolver logo para voltar a dormir.

A sua ação nesse momento é essencial no aprendizado do bebê. É normal o bebê chorar, mas se ele entende que sempre que fizer isso você, ou outra pessoa, irá pegá-lo no colo, é claro o que vai se repetir.

Mas não é preciso deixá-lo se esgoelando no berço. Aproxime-se dele, mostre que você está perto, converse, acalente, cante aquela música mais calma, porém procure fazer isso sem pegá-lo. A intenção é que ele perceba que pode voltar a dormir, sem problema.

Caso você perceba que ele não vai se acalmar ou que há algo de errado, pegue-o no colo e fique no quarto até que ele esteja mais tranquilo. Então, deite-o novamente. Faça isso todas as vezes, em um tempo menor do que se espera, ele já estará dormindo mais horas durante à noite.

 

Curso Bebê Dorminhoco

Se você precisa da ajuda de uma profissional, que entende bem o sono do bebê e que vai mostrar como toda a sua família pode ter noites inteiras de descanso, entre em contato e saiba mais sobre o curso Bebê Dorminhoco.

Share

Avatar
Karla Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *