O bebê pode dormir no ninho?

O bebê pode dormir no ninho?

São muitos os acessórios que surgem no dia a dia para facilitar a vida das gravidinhas e das mães com bebês pequenos. O mais importante é saber quais acessórios são seguros.

O ninho é um bom acessório para os bebês recém-nascidos.

A versatilidade é o principal benefício. Afinal, ele pode ser usado tanto dentro do berço quanto próximo à cama dos pais. Precisa se atentar a não deixar nenhum objeto a mais dentro do ninho além do bebê, para não ter riscos de sufocamento.

 

O ninho não deve ser o local do bebê dormir

Agora que você já sabe que o uso do ninho é facilitador, vamos citar um ponto importante quando falamos do sono do bebê.

Não é ideal que o bebê durma sempre em locais diferentes — a rotina de sono é importante tanto na soneca quanto no sono noturno. O bebê precisa dormir no seu bercinho, com segurança e conforto.

Entenda melhor sobre a rotina de sono do bebê e sobre como manter um ambiente mais adequado para seu bebê dormir seguro e saudável.

 

Como resgatar o sono natural, profundo e relaxante do seu bebê?

Se você chegou até aqui, imagino que a situação aí esteja difícil, não é? Eu sei como é esse desespero para buscar informações que nos tragam a resposta que precisamos para fazer o nosso bebê dormir bem e podermos, finalmente, curtir a maternidade.
Pois bem, pensando nisso eu criei um artigo completo contando a minha história, os erros que cometi e, o melhor, como eu saí ‘dessa’.
Para acessar agora, aperte o dedo no link abaixo e depois me conta o que achou, tá?

 

Como criar um ambiente de sono saudável e seguro para o bebê

Os bebês costumam ter boas noites de sono quando sentem um ambiente seguro. Lembrem-se que os bebês já estão familiarizados com o ambiente e com o momento de sono e precisam apenas de uma rotina para a hora de dormir. 

A hora do sono deve ser preparada com carinho e deve ser uma rotina diária.

Criar rotinas de sonecas diurnas e também para dormir à noite é um ótimo começo para que seu bebê se acostume com essa rotina.

Muitas coisas podem ser feitas dentro dessa rotina para ajudar seu bebê a se preparar para o momento de dormir.

Programe um ritual com banho relaxante, massagens e roupas mais confortáveis, música ou ruído calmante, historinhas e brincadeiras menos estimulantes, luzes reduzidas ou, de preferência, completamente apagadas.

É interessante iniciar este passo a passo desde os primeiros dias de vida do bebê. Mas também pode dar início depois, e aos poucos, ele vai entender quando e como deve dormir, e em menos tempo do que você espera, irá fazer isso sozinho, no berço, no quarto dele, sem qualquer briga, choro e irritação.

Lembrando que esse ritual do sono pode ser feito também para as sonecas diurnas.

Pesquisadores do Departamento de Pediatria da Universidade de Semmelweis, na Hungria e do Departamento de Psicologia Experimental da Universidade de Oxford, no Reino Unido, publicaram um estudo confirmando que a soneca diurna contribui significativamente para o tempo total de sono, sendo relacionados às funções cognitivas, processamento emocional e autorregulação. (fonte: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5851571/).

Esse estudo também apresenta a soneca diurna como uma medida preventiva contra os efeitos nocivos da falta de sono e a associa a fatores como a saúde dos sistemas imunológico, neuro-endócrino e cardiovascular.

Ou seja: os bebês precisam dormir por algumas horas durante o dia para terem boas noites de sono e ótimo desenvolvimento físico e emocional e também devem dormir no seu berço, mesmo nas sonecas diurnas.

Outros lugares para o bebê dormir, como carrinhos, cadeirinhas de carro, almofadas e tapetes, são indicados com supervisão e apenas se for necessário, como por exemplo quando o bebê não está na sua própria casa.

Share

Avatar
Karla Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *