O bebê de 2 meses

O bebê de 2 meses

O tempo passa rápido e seu bebê está com 2 meses de vida. Nitidamente, ele está mais esperto e segue com os olhos e a cabeça os objetos e sons. As reações à sua presença e o reconhecimento da sua voz e de pessoas mais próximas são recompensadoras.

Para estimular ainda mais o desenvolvimento do bebê, movimente o objeto de um lado para o outro. Brinquedos coloridos e que façam algum barulho, são uma boa escolha.

Também para incentivar o sentido da visão e da percepção do bebê é através de passeios, que já são permitidos a partir de 30 a 40 dias de vida. Procure levar o bebê onde ele possa observar a paisagem e, em determinado momento, pegue ele no colo e converse mostrando o que faz os sons.

Outros benefícios dos passeios são os banhos de sol, que devem ser feitos antes das 10hs e depois das 16hs, e você aproveita para fazer uma caminhada.

Ele já percebe as mãos e leva à boca a todo instante, assim como tudo que está a seu alcance, como forma de explorar. O mesmo acontece com os pés.

Em relação ao desenvolvimento, ele deve estar ganhando entre 150 a 200 gramas por semana.

 

Brincadeiras e atividades

O bebê de 2 meses ainda tem a necessidade de muitas horas de sono por dia, no entanto, quando ele estiver desperto, é interessante passar esses momentos com atividades, que vão aumentar o vínculo entre vocês.

Para ajudar a fortalecer o pescoço e a sustentação da cabeça, coloque o bebê deitado de bruços. Alguns já devem tentar erguer a cabeça e se apoiar com as mãos durante um pequeno período de tempo.

Uma sugestão legal é colocar um cobertor fofinho no chão e brincar com o bebê em cima dele. É muito mais seguro para ele se movimentar, tendo menos risco de se machucar ou de quedas, se estiver em cima da cama, por exemplo.

Lembre-se que cada bebê é único, então tenha paciência se o seu bebê ainda não faz isso e continue estimulando aos poucos, respeitando os limites do corpo dele.

Você é a pessoa mais importante da vida dele, então ficar próximo, conversar, cantar e até dançar, são atividades muito gratificantes para os dois.

 

Rotina do sono

Bebês com a rotina preestabelecida têm maior probabilidade de dormir bem durante toda a noite. Se você manteve essa prática desde os primeiros dias dele em casa, é possível que agora ele tenha aprendido como fazer isso sozinho.

Agora, nunca é tarde para começar. Programe um horário para a hora de dormir e adapte a casa a essa rotina. Abaixe os sons, reduza as luzes, cante ou coloque uma música relaxante, tudo pode ser feito após um banho morno calmante e, se possível uma massagem, seguido da troca de roupas por uma mais confortável.

Seja constante nessa prática e logo verá os resultados do seu bebê dormindo a noite toda e você podendo descansar também.

 

Vacinas e reações

É bom falar um pouco sobre esse assunto, porque aos 2 meses é a vez de tomar a Pentavalente (Difteria, tétano, coqueluche, hepatite e meningite B).

O bebê pode vir a ter reações como irritabilidade, vermelhidão e dor local e febre em um período de 48 horas.

Não fique preocupada ou deixe de vacinar seu bebê por medo ou pena da picada e dos sintomas. Por mais que seja terrível ver o pequeno com dores e incômodos, é milhões de vezes melhor os efeitos chatos da vacina por poucos dias, do que uma internação hospitalar devido a uma doença mais séria.

Para amenizar isso, você pode aplicar compressa fria no local, dar remédios antitérmicos para baixar a febre e a melhor parte, dar muito amor e carinho para seu bebê manhoso.

 

Consulta ao pediatra

Até ele completar 1 ano, as consultas ao pediatra devem ser mensais. O médico vai verificar se o bebê está com o peso e crescimento adequados, como ele responde aos estímulos e tirar todas as dúvidas sobre a saúde e os cuidados com o bebê.

Você pode escolher que o pediatra aplique a vacina ou pergunte a ele sobre o que fazer.

 

Cuidando da mamãe

É imprescindível cuidar de você, para ter energia e saúde para cuidar bem do seu bebê. Tenha uma alimentação equilibrada, rica em vitaminas e nutrientes essenciais.

Beba muita água. Quando estiver amamentando, você vai sentir muita sede e a produção de leite é muito melhor se você estiver bem hidratada.

Descanse o tanto que puder. Organize seu tempo e separe um tempinho para descansar, relaxar. Cuidar de um bebê exige atenção constante e pode desgastar, por isso, ter um instante para você é primordial.

Se estiver se sentindo mais cansada do que o normal, desanimada e desmotivada, é bem possível que você tenha um pouco de depressão pós-parto. Não ignore esses cuidados. Converse com um médico.

Share

Karla Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *