Dicas para bebê dormir no avião

Dicas para bebê dormir no avião

Viajar de avião com o bebê é um assunto que sempre traz dúvidas aos pais. Muitos até escolhem adiar a viagem, principalmente se for de muitas horas, preocupados que o bebê, por não estar no local ao qual já se acostumou, não consiga dormir, fique estressado e cansado.

Mas assim como o bebê pode aprender a dormir muito bem no próprio quarto, também é possível, de certa forma, preparar todas as coisas, inclusive o avião, para se tornar um lugar aconchegante e propício para um sono tranquilo.

Então, programe sua viagem, reserve sua passagem, arrume as malas de toda a família, siga essas 6 dicas e aproveite o voo:

 

  1. Reserve um voo noturno

Se for um voo longo, um voo noturno pode ser a melhor opção. Dentro do avião é mais silencioso, as luzes são reduzidas e o barulho do motor serve como o ruído branco, o que ajuda o bebê a descansar.

 

  1. Organize tudo com antecedência

Tudo começa bem antes de chegar ao aeroporto, ainda na hora de fazer as malas. Lembre-se de levar na bagagem de mão todas as coisas necessárias e permitidas, que o bebê está habituado durante a rotina da hora de dormir.

Isso inclui fraldas, lenços umedecidos, mantas ou cobertores leves, pijamas, bichinhos ou naninha, música preferida (baixe no celular ou outro aparelho eletrônico que possa ser utilizado) e os demais que forem possíveis.

No caso do leite, leve a quantidade de pó suficiente, e deixe para colocar a água dentro do avião.

Outros itens que devem ser levados na bagagem de mão do bebê, se ele já estiver liberado pelo pediatra, são as papinhas, frutas e pequenos lanches, já que o avião não disponibiliza refeição específica. O bebê com fome, dificilmente vai conseguir dormir.

 

  1. Chegue com antecedência

Essa é outra parte importante, chegue bem antes do horário marcado para o check in, evitando correria e evitando também perder o voo, isso porque se a primeira parte da viagem for agitada, é provável que seja mais complicado acalmar o bebê quando chegar a hora de fazê-lo dormir e ficar horas no aeroporto esperando outro voo é ainda muito mais complicado com um bebê.

 

  1. Solicite um berço

As companhias aéreas disponibilizam berços, que devem ser previamente solicitados. Geralmente, eles são adequados para bebês de até 8 meses de idade. No entanto, como cada bebê é único, pesquise a respeito do tamanho do berço e se o seu bebê se encaixa bem nele.

Se o berço não for do tamanho certo, uma opção é conseguir um acento extra para seu bebê ficar o mais confortável possível.

 

  1. Reduza a luz o máximo que conseguir

Já foi citado acima sobre preferir o horário noturno para viajar, porém se não conseguir, procure reduzir a luz o máximo que conseguir. Desligue dispositivos eletrônicos e tudo que possa distrair o bebê.

 

  1. Recrie a rotina de sono o máximo que puder

Em casa, o bebê aprendeu a dormir sozinho passando por algumas fases rotineiras. Fica muito mais fácil ele entender que é a hora de dormir, se as mesmas forem feitas o mais parecido possível.

Claro que não vai dar para fazer tudo, como aquele banho morno e relaxante que ajuda muito a acalmar o bebê, porém troque a fralda, coloque um pijama, dê a mamadeira, cante, faça uma massagem, enfim, tudo o que o espaço permitir e tudo que você tiver o hábito de fazer em casa.

 

Qual a melhor idade para o bebê viajar

O mais recomendado é que o bebê somente seja exposto a um ambiente com muitas pessoas, após 30 dias, quando ele já tomou as primeiras vacinas e o sistema imunológico está um pouco mais reforçado. Essa regra vale também para viagens de avião, ainda mais por ser um lugar fechado com ar condicionado.

Caso seja necessário viajar antes disso, as companhias aéreas têm uma regra de permitir bebês com mais de 8 dias. De qualquer forma, consulte o pediatra e confirme se o seu bebê está bem para passar todas as horas de viagem.

 

Como criar uma rotina para o bebê dormir

Criar uma rotina apenas com dicas não é fácil. A rotina vai mudando mês a mês. A rotina da sua amiga muito provavelmente não servirá para vocês. Além de que cada bebê é diferente, e o que acalma um bebê pode muitas vezes agitar o outro. Por isso apoio profissional de quem realmente entende faz toda diferença.

Se você não sabe como criar uma rotina para seu bebê dormir e ainda encontra dificuldades para que ele durma a noite toda, saiba que pode contar com a ajuda de uma especialista em sono, que já ajudou milhares de mães a como ensinar seus bebês a dormirem bem e a noite toda.

Entre no site bebedorminhoco.com.br, pelo Instagram @bebedorminhoco, pela página no Facebook @bebedorminhoco.com.br ou na página do YouTube Karla Mendonça – Bebê Dorminhoco e conheça mais sobre o curso on-line.

 

Share

Avatar
Karla Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *