Birra intencional ou emocional? Saiba como identificar!

A birra intencional e emocional devem ter atenção especial dos pais. Neste blog, te ajudamos a diferenciar cada uma delas a fim de serem tratadas corretamente.

A birra é fator que gera extremo temor nos pais, que se veem em uma situação que parece não ter solução. 

 

Ela pode aparecer em decorrência de vários motivos e é um grande influenciador até mesmo das noites mal dormidas de toda a família. 

 

Porém, a birra se diferencia em alguns aspectos e os pais devem saber identificar qual o tipo de birra apresentada pelo bebê para saber lidar com a situação da melhor forma possível. 

 

O comportamento do bebê pode ser guiado tanto pela birra emocional, quanto pela intencional e, por isso, é tão importante saber se portar frente a cada uma dessas situações. 

 

Bem como entender quando dar atenção a birra do filho.

 

Neste blog, te explicaremos as principais características de cada uma das birras e o quão importante é diferenciar cada tipo de circunstância, acompanhe a leitura e confira!  

 

Afinal, o que é birra emocional e intencional?

Saber sobre os principais aspectos que norteiam cada tipo de birra é fundamental para saber diferenciá-las quando expostas pelo bebê. 

 

Abaixo, te explicamos mais sobre cada um delas. 

 

Birra Emocional

Nesse tipo de birra, como o próprio nome nos leva a entender, o comportamento do bebê é guiado por seu emocional, ou seja, qualquer traço de racionalidade é deixado de lado durante a crise de birra. 

 

A perturbação e inquietação na criança são tão presentes que tudo pode virar motivo para desencadear uma série de reações nervosas e impulsivas. 

 

Atitudes descontroladas são as principais ações que caracterizam a birra emocional, e todas elas não são tomadas de forma pensada, muito pelo contrário, bebês tomados por essa condição, não conseguem, pelo menos não momentaneamente, dominar suas emoções para findar esse tipo de atitude. 

 

O cérebro da criança está tomado por emoções com as quais o pequeno não sabe lidar e como consequência se entrega a toma de ações desreguladas ao seu habitual. 

 

Birra Intencional

Já na birra intencional, ao contrário da emocional, todas as atitudes tomadas pelo bebê são tomadas de maneira premeditada com o intuito de conquistar um objetivo em específico. 

 

Este tipo de episódio ocorre, principalmente, após os 2 anos de idade, quando o bebê tem maior consciência sobre suas próprias atitudes. 

 

Em geral, a criança planeja manifestar a birra intencional em casos onde os pais se negam a dar a ele o que deseja. 

 

Podendo ser resposta para a negação de um alimento em específico — em especial os doces e açucarados — e até mesmo a brinquedos. 

Dessa forma, o pequeno pensa de maneira racional que através da birra irá conseguir o que quer. 

 

É bem fácil identificar esse tipo de episódio, pois após os pais darem o que tanto a criança solicita se cessa rapidamente a birra.

 

Cada uma das birras deve ser tratada pela família de forma diferente, confira abaixo como lidar com cada tipo de situação. 

 

Como lidar com cada tipo de situação?

Pensar com clareza e calma diante desse tipo de situação é uma tarefa difícil, porém, tentar solucionar a birra de criança de maneira racional é a solução para extinguir esse tipo de episódio da rotina familiar. 

 

Primeiro, os pais devem considerar que cada birra deve ser ter uma atuação personalizada, abaixo destacamos as principais atitudes a serem tomadas. 

 

Na birra emocional, a primeira ação deve ser a de acolhimento e somente depois a de disciplina. 

 

O cérebro e corpo do bebê, tomado por todas as emoções pertinentes a birra emocional, é incapaz de entender independentemente da lição dada pelos pais. 

 

Por isso, o primeiro passo deve ser o de acalmar a criança e só após ensiná-lo a respeito de independentemente da lição. 

 

Ressaltando sempre com o pequeno sobre a importância de manter diálogo aberto com a família sobre tudo o que lhe aflige e gera descontentamento. 

 

Já a respeito da tratativa para a birra intencional, o caminho a ser tomado é diferente. 

 

Como as atitudes tomadas pela criança são tomadas de forma intencional, o mesmo está apto para aprender a lição e cabe aos pais estabelecer limites rápidos antes que a situação se prolongue. 

 

Explique claramente ao bebê quais são as atitudes inadequadas que ele está tomando e indique que manifestar birra não é a maneira correta para o mesmo conquistar o que quer. 

 

Esse diálogo é fundamental, pois a partir do momento que os pais cedem a todas as vontades do bebê, as chances de episódios como esses se repetirem é bem maior. 

 

A metodologia que acaba de vez com a birra de bebê

A Bebê Dorminhoco presta consultoria de sono e birra de forma online e já é responsável por ajudar mais de 10 mil famílias que não sabiam como voltar a ter dias e noites tranquilas com o seu bebê. 

 

Desenvolvemos uma metodologia única baseada em técnicas validadas e não invasivas que ajudam as famílias a enfrentarem da melhor forma possível os desafios da criação de uma criança. 

 

Te ajudamos a adaptar os nossos mecanismos a sua realidade para acabar com a birra e o desgaste diário com o pequeno. 

 

Não deixe para depois, conheça agora nosso método exclusivo!

Share

Vitor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *