A sétima semana do bebê

A sétima semana do bebê

Os reflexos comuns aos bebês nas primeiras semanas dão lugar aos movimentos voluntários. Se antes o reflexo de preensão levava o bebê a apertar as mãozinhas e parecer segurar forte, agora elas conseguem agarrar objetos por um pequeno tempo, mas ainda não tem controle sobre isso, que vai acontecer a partir de 4 meses.

O pescoço também vai ficando bem mais firme e é bom colocar o bebê de bruços, quando estiver acordado, para exercitar essa parte. Mesmo que ele já consiga virar a cabeça para os lados, nunca o deixe sem supervisão, nem por um instante.

O bebê distingue bem e adora ouvir a voz da mãe. Quanto mais você conversa com ele, mais estimula a linguagem. Ele irá responder balbuciando e tentando imitar sons e gestos observados a poucos centímetros de distância.

A visão começa a se tornar menos embaçada, e as imagens devem se tornar mais nítidas com o passar do meses. Por enquanto, mantenha o seu rosto a uma distância de 30 cm.

A interação mamãe e bebê fica ainda mais próxima. A insegurança inicial da amamentação já não existe, vocês acertaram a posição confortável e ele encontra seu peito com mais facilidade.

Em geral, ele vai ter um aumento de peso de 600 a 750 g por mês, porém esse é apenas um parâmetro, podendo variar de bebê para bebê. Se o seu bebê estiver mamando corretamente e ganhando peso, não fique muito encucada. Espere o pediatra dar o parecer clínico antes de querer desistir da amamentação e achar que é preciso introduzir fórmulas e outros complementos. O leite materno é o alimento mais completo para os bebês e deve ser mantido com exclusividade até os 6 meses.

 

Sono

As horas de sono recomendadas para bebês são de 16 hs a 18 hs diárias. Aos poucos, vocês vão acertando uma rotina e fica mais tranquilo estabelecer certos horários.

A padronização dos hábitos para a hora de dormir vai se mostrando efetiva. Nos próximos meses, é provável que ele comece a mostrar que entende o que está acontecendo e o que deve fazer nesses momentos.


Cólicas

Elas ainda são as vilãs do seu bebê, que tem o sistema digestivo imaturo, por enquanto. Se acontecerem com mais intensidade, procure eliminar determinados alimentos que você ingere e observe como o bebê reage. Além de consultar o pediatra para exames mais detalhados.

Siga os procedimentos para tentar aliviar as dores, aquecendo a barriguinha e fazendo massagens

 

Massagens

Uma técnica que vai ajudar não apenas a aliviar as cólicas, mas a relaxar o bebê é a shantala. Uma massagem especial com muitos benefícios para o bebê e o vínculo entre vocês.

Um momento ideal para fazê-la é antes de dormir. Para isso, vá a um lugar mais quentinho, tire a roupa do bebê, podendo ficar de fralda e massageie os pés, pernas, barriga, peito, mãos, dedos, cabeça.

No entanto, procure não fazer quando ele estiver com fome ou muito agitado.

Share

Karla Mendonça

Deixe um comentário