23 semanas de gravidez

Semana 23 Tangerina

Essa semana é o momento de escolher as melhores músicas e reservar um tempo para seu bebê ouvir junto com você, de preferência acompanhados do pai. Com a audição mais desenvolvida, seu bebê escuta sons externos e interage com estímulos.

A reta final do segundo trimestre, ou a proximidade do 6° mês de gestação, cria um vínculo ainda maior entre você, que vê sua barriga crescendo, com o bebê, que começa a ter autonomia dos movimentos e sentidos.

Reflexos, movimentos e sensações caracterizam basicamente a gestação a partir da 23ª semana. Falta muito pouco para seu bebê nascer. Curta muito cada fase, aproveite os mimos e se cuide.

Enquanto o dia do nascimento não chega, fique sabendo um pouco mais sobre como seu bebê está nessa semana, as mudanças no seu corpo, os pontos em que você precisa ter atenção e alguns exemplos de exercícios na gestação.

 

O desenvolvimento do bebê

Medindo do topo da cabeça aos pés, seu bebê tem entre 28 cm a 30 cm e pesa entre 450 g a 500 g. Está concentrado em crescer. Com ele crescendo e os músculos mais firmes, toda a movimentação dentro do útero pode ser percebida por outras pessoas. É hora do papai também sentir um pouco o bebê.

Os estímulos auditivos continuam sendo bem-vindos, porém sons mais graves como o barulho de uma moto ou o latido de um cachorro chegam a assustar o bebê. A parte boa, é que ele conhece a sua voz e vai aprendendo a se acalmar quando ouvir.

Os sentidos estão mais apurados, porém irão se desenvolver melhor após o nascimento, enquanto o bebê explora o mundo do lado de fora. Por enquanto, ele aperfeiçoa a coordenação e tem o reflexo da sucção, conseguindo chupar o polegar.

Os muitos vasos sanguíneos e o fato dele estar mergulhado em ½ litro de líquido amniótico faz com a que a pele fique enrugada e com aspecto avermelhado. Essa condição é a mesma para todos os bebês, que só têm a cor de pele definida 12 meses após o parto.

 

O que acontece com a mamãe

E a barriga cresce também. O útero se localiza uns 4 cm acima do umbigo e, quando medido tem entre 20 cm a 24 cm, aumentando cerca de 1 cm por semana. Isso significa, que até o final da gestação ele terá cerca de 40 cm.

O aumento do útero e do fluxo sanguíneo e as muitas mudanças hormonais permanecem causando inchaço nas pernas e pés, mais vontade de urinar, dor lombar, dor pélvica e dores de cabeça. Se as dores forem muito intensas, consulte seu médico. Jamais tome qualquer medicamento por conta própria.

Seu apetite está maior. Do mesmo jeito, você tem mais sede. A sensação de calor faz com que você ande com roupas mais frescas, ainda que o tempo esteja frio. Essas sensações são normais, é preciso apenas ter atenção a determinados cuidados para torna-las menos incômodas.

 

Cuidados que se deve tomar nessa fase

O inchaço e as dores de cabeça, podem ser resultado de desidratação.

Manter-se sempre hidratada pode ajudar. Dê preferência à água mineral ou líquidos sem açúcar, adoçantes e conservantes. Evite refrigerantes, café ou outra bebida com cafeína. Sucos naturais sem açúcar e água de coco são uma boa opção.

A alimentação saudável, com uma quantidade balanceada de frutas, verduras, legumes e carnes é importante em todos os momentos de nossa vida. Durante a gravidez, além de promover os melhores nutrientes ao bebê, auxilia em um ganho de peso ideal e reduz muitos sintomas.

A ingestão de alimentos ricos em ômega 3, ferro, cálcio e vitamina C trazem benefícios para o seu organismo e para o desenvolvimento do bebê. Peixes, aveia, leite e derivados, folhas escuras e frutas cítricas são alguns exemplos. Cuidado com o preparo e origem dos alimentos.

 

Exercícios para gestantes

 Com exceção de mulheres com gestação de risco ou que tenham algum problema físico, o exercício para gestantes é aconselhado e traz muitos benefícios.

No entanto, como as articulações estão mais frouxas por conta do hormônio relaxina, que faz com que o quadril se alargue para o nascimento, são mais indicados as modalidades de baixo impacto. Especialmente para mulheres que não têm o costume de praticar com frequência.

Entre os mais recomendados está a caminhada, 20 a 30 minutos por dia, 2 a 3 vezes por semana; musculação, com restrição para atividades que forcem a barriga; hidroginástica, baixo impacto, 1 hora de 2 a 3 vezes por semana; ioga, fortalece os músculos, 30 minutos, 2 a 3 vezes por semana; alongamento, que ajuda na redução das dores; algumas danças são permitidas. Fale com seu médico sobre qual atividade é mais adequada para você.

 

Chá revelação

O chá de fraldas deu espaço para o chá revelação, onde os pais descobrem o sexo do bebê. Peça para um parente ou amigo ou amiga mais próximos do casal buscar o resultado do ultrassom.

Existem muitas ideias de brincadeiras espalhadas pela internet. Empresas especializadas em decoração de festa oferecem pacotes conforme o número de convidados. Escolha a alternativa que mais tem a ver com você e torne a revelação do sexo do seu bebê um motivo para comemorar.

Share

Karla Mendonça

Deixe um comentário