10 semanas de gravidez

Semana 10 Uva Passa

Sua gravidez está entrando na reta final do 1° trimestre, ou como muitos preferem contar, está no meio do 3° mês. Realmente, a contagem do tempo de gravidez pode ser um pouco confusa, porém a formação do seu bebê está evoluindo cada vez mais.

Essa semana também marca o final do período embrionário e seu bebê recebe um promoção para feto, o que significa que os órgãos estão todos formados e nas próximas semanas vão se desenvolver mais e amadurecer.

Seu corpo também vai dar os primeiros sinais aparentes de mudança, ainda que pouco visíveis para outras pessoas. Você vai perceber que algumas calças não fecham com tanta facilidade como antes e a barriga fica mais arredondada.

Quer saber um pouco mais sobre o que acontece com seu bebê e com você e quais os cuidados que precisa ter durante essa semana? Então continue lendo. Lembrando sempre que os sintomas são únicos para cada mulher e o alguns bebês podem ter o crescimento maior em relação a outros, por isso não fique se comparando e curta a sua gravidez.

 

O desenvolvimento do bebê

O bebê já começa a ter as feições que se manterá até o final da gravidez, com poucas alterações. Agora, ele tem de 2,8 a 3,1 cm e pesa cerca de 5g, o que pode ser comparado a um morango muito lindo.

As pálpebras cobrem os olhos, que migram para a frente e as orelhas vão se movendo para a posição correta. Os dedos dos pés e das mãos se separam e as articulações estão prontas, o que só aumenta a movimentação dentro do seu útero, mesmo que você não consiga perceber.

Nessa semana, os órgãos genitais externos estão em formação, com o clitóris para meninas e a produção de testosterona e o pênis, para os meninos. Ainda não é possível ver por ultrassom, a não ser que se faça um exame de sexagem fetal, somente realizado por clínicas particulares, sem cobertura de planos de saúde.

O estômago secreta sucos digestivos e o bebê engole o líquido amniótico, que irá estimular os sistemas digestivo e respiratório e chega aos intestinos, é filtrado e absorvido pelos rins, voltando em forma de urina, o que irá acontecer até o final da gravidez.

 

O que acontece com a mamãe

As náuseas, que acontecem pelo aumento do HCG e progesterona, ainda devem continuar até o final do trimestre, provavelmente entre a 12ª e 13ª semanas. Procure se alimentar com intervalos menores e ingerir frutas cítricas. Se forem muito intensas, converse com seu médico sobre receitar um remédio para amenizar os sintomas.

O fluxo de sangue vai aumentar até 50%, ficando de 4,5 para 6,7 litros. Isso é o seu corpo trabalhando dobrado para abrigar o bebê, então o coração bate mais rápido e é o que explica o cansaço excessivo. As veias podem

O útero está maior, sendo comparado a um mamão papaia ou de um abacate pequeno. O que é uma das principais causas para as idas ao banheiro serem mais constantes para urinar. Dores nas costas também devem ocorrer pelo mesmo motivo.

O excesso de saliva, clinicamente chamado de sialorreia é outro sintoma que vai incomodar. O motivo é devido às náuseas e vômitos, que fazem com que a mulher engula menos, a parte boa é que diminuem junto aos outros sintomas iniciais, conforme a gravidez progride.

Mas nem tudo é ruim na gravidez. Passado a fase inicial, a sua libido irá melhorar e você pode ter uma vida sexual relativamente normal.

 

Cuidados que se deve tomar nessa fase

É preciso se atentar para uma alimentação equilibrada. A perda maior de peso pode representar problemas no desenvolvimento do bebê, assim como riscos à sua saúde. Da mesma forma, um aumento de peso acima do recomendado pode trazer problemas como pré-eclâmpsia e diabetes gestacional.

Frutas, verduras e legumes são muito bem vindos durante toda a gravidez. Evite alimentos muito gordurosos. Procure ingerir sucos naturais, sem a adição de açúcar ou adoçantes e reduza o consume de cafeína para, no máximo, duas xícaras de café por dia. De preferência, evite.

Exercícios mais leves como caminhadas auxiliam no ganho ideal de peso, assim como contribuem para uma melhor circulação sanguíneo, reduzem o inchaço das pernas e a incidência de veias. Fortalecem os músculos, melhoram o equilíbrio e são recomendadas por não sobrecarregar as articulações.

O uso de hidratantes corporais e protetores solar previnem as estrias e o aparecimento de manchas. Outros produtos de beleza podem conter substâncias químicas prejudiciais ao bebê e a você, que está mais sensível a determinados componentes, por isso, não use.

 

Ganho de peso na gravidez

O ganho de peso durante a gravidez é normalmente previsto. Existe uma divisão sobre a distribuição do peso, sendo dividido entre o peso do útero, da placenta, cordão umbilical, alterações nos seios, líquido amniótico, e claro, o peso do bebê.

Contudo, o peso excessivo, igualmente a um ganho menor de peso, podem ser prejudiciais ao desenvolvimento do bebê e à saúde da mãe, sendo importante procurar engordar o recomendado pelo seu médico.

A orientação é que a mulher ganhe entre 5 a 18 kg durante a gravidez, significando uma média de 2kg no primeiro trimestre e cerca de 0,5 kg por semana até a última semana.

Esse ganho de peso também está relacionado ao índice de massa corporal (IMC) da mulher. Mulheres com IMC inicial de 18,5 são recomendadas a um ganho entre 13 kg a 18 kg, já as que começam a gravidez acima do peso, com IMC maior que 30, têm como ganho de peso ideal entre 5 kg a 9 kg.

Para uma melhor orientação sobre alimentação, fale com seu médico e consulte uma nutricionista.

Share

Vitor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *